Como parar de procurar as desculpas? Um método!

5sec

outubro 7, 2019

Como parar de procurar as desculpas? Um método!

Com que frequência você diz que, por exemplo, hoje vai ao ginásio e encontra milhares de desculpas para não fazer isso? Estou cansado, o ginásio estará cheia neste momento, está chovendo, estou com sono, amanhã terei mais energia, é tarde demais, etc. Ou você tem de fazer algo realmente trivial, por exemplo, enviar um email a alguém, mas todo o tempo o adiará até que o esqueça completamente. Todo mundo está lutando com esse problema, mas há uma maneira de lidar com isso!

COMECE COMO UM FOGUETE!

Foi o foguete que inspirou Mel Robbins, a autora do livro “A regra dos 5 segundos”. Ela decidiu que de manhã levantaria-se da cama como um foguete, o que significa que contaria 5..4..3..2..1 e faria isso imediatamente. Seu cérebro não teve tempo para pensar em mil desculpas para tirar algumas sonecas, porque a autora primeiro concentrou-se nas atividades e depois superou seus pensamentos negativos e o fez. 

COMO ENGANAR O SEU CÉREBRO?

Quando você tem uma ideia, o cérebro tenta provocar você pensar nisso. Não o desencoraja de jantar, responder a um SMS ou ligar a TV. Mas ele tem medo das coisas que exigem esforço, que

“Quanto mais tempo você pensar em algo, mais rápido passará a vontade de fazer isso.”

Portanto, o melhor que podemos fazer é começar a trabalhar antes que o seu cérebro inicie um monólogo desmotivante. Você precisa dos 5 segundos. Você apenas conta 5 … 4 … 3 … 2 … 1 … e levanta-se da cama, pega uma bolsa e vai para o treinamento, fala com a pessoa que você gosta, fala durante uma aula, reunião ou num trabalho, coloque o cigarro no lixo, desligue a TV etc. Como o slogan mais famoso da Nike diz: Just do it (Apenas faça). Faça isso, não pense nisso! Avance antes de começar a pensar e será tarde demais!

IMPORTANTE!

A autora do método 5 segundos enfatiza, que devemos contar de trás para frente, ou seja, 5 … 4 … 3 … 2 … 1, porque após 1 temos de começar a trabalhar e, quando você conta 1 … 2 … 3 … 4 … 5, pode continuar contando. Lembre-se, você tem de começar como um foguete!

Quanto mais tempo você pensa em algo, menor a probabilidade de fazê-lo.

O artigo foi escrito com base no livro “A regra dos 5 segundos” de Mel Robbins